Saiba o que é pool hoteleiro e se vale a pena investir

19 de janeiro de 2018 Artigos

A decisão de realizar qualquer investimento exige cautela. Afinal, ao colocar o dinheiro em um negócio, as pessoas querem ter um mínimo de segurança de que terão um bom retorno.

Um investimento que tem atraído cada vez mais pessoas é o pool hoteleiro. Se você ainda não sabe o que é ou como ele funciona, continue lendo nosso post. Ao final, você entenderá porque esse pode ser um bom investimento.

Boa leitura!

O que é pool hoteleiro

Pool hoteleiro ou pool de locação é um empreendimento em que cada proprietário de uma unidade imobiliária (flat ou apartamento) transfere a sua gestão a uma administradora hoteleira. Essa transferência de administração inclui, além da unidade imobiliária, as áreas e bens comuns do condomínio, assim como o mobiliário, instalações e decoração, utensílios e equipamentos.

A finalidade do pool hoteleiro é, como o próprio nome indica, a exploração hoteleira dessas unidades imobiliárias, incluindo as suas áreas comuns.

Como funciona o pool hoteleiro

No pool hoteleiro, o proprietário do imóvel celebra um contrato com a empresa responsável pela administração, por meio do qual forma-se uma Sociedade em Conta de Participação (SCP). Nessa sociedade, a administradora é a sócia ostensiva e o proprietário – seja pessoa física ou  jurídica – o sócio participante.

Nesse contrato deverão estar detalhadas as obrigações e direitos de cada uma das partes, assim como a especificação dos valores pagos a título de fundo de reserva, taxa de administração e taxa condominial.

Como ressaltado, a administradora é a única responsável pela gestão do pool de locação. Nesse sentido, ao final de cada mês é feito um balancete com as receitas e despesas do condomínio e, depois de descontada a taxa de administração e o fundo de reserva, o saldo é dividido igualmente entre os sócios participantes. 

Os proprietários dos imóveis, por sua vez, devem arcar com a taxa condominial. No entanto, ficam livres de assumir qualquer responsabilidade na administração do seu bem. Além disso, eles têm a faculdade de formar um Conselho para fiscalizar o trabalho da sócia ostensiva e de pedir esclarecimentos, sempre que acharem necessário.

Importante destacar que o sócio participante pode fazer uso de sua unidade, bem como oferecê-la a amigos ou familiares, desde que previamente combinado com a administradora. Todavia, o custo desse período pode ser abatido do resultado mensal.

Quais as vantagens do pool hoteleiro

Uma das vantagens de se associar a um pool de locação é poder contar com a rentabilidade de um hotel, sem precisar gerir uma empresa. Isso porque o proprietário não assume qualquer responsabilidade na prospecção de hóspedes, nem nas tarefas de uso e conservação de seu imóvel.

Além disso, os sócios participantes recebem o mesmo valor mensalmente, independentemente de seu apartamento ter sido mais ou menos alugado, o que garante a sua rentabilidade.

Acrescente-se a isso o fato de que o formato de hospedagem oferecido não sofre as restrições legais da Lei de Inquilinato, não permanecendo o proprietário do bem preso a um locatário.

Outra vantagem desse investimento é que os rendimentos percebidos pelo sócio participante do pool hoteleiro são lançados como rendimentos isentos em sua declaração do imposto de renda. A tributação incidente sobre esse negócio recairá apenas sobre a operação da Sociedade em Conta de Participação (SCP).

Dessa forma, o pool hoteleiro pode se mostrar um bom investimento, sem a necessidade de participação ativa ou de assumir responsabilidades do negócio.

Gostou de aprender sobre esse tipo de investimento? Então aproveite para ler sobre a incorporação imobiliária e seus desafios jurídicos!

Compartilhe