Uso de EPI na construção civil: veja o que é preciso saber

17 de setembro de 2017 Artigos

Todos aqueles que trabalham na área da construção civil, sabem o que são EPIs. Estes equipamentos são de extrema importância e precisam ser utilizados por todos os envolvidos em canteiros de obras, pois os EPIs são essenciais para a diminuição de riscos de acidentes físicos e psicológicos.

Assim, os EPIs são equipamentos indispensáveis na construção civil, pois garantem a proteção à inúmeros riscos e ajudam a evitar possíveis acidentes que possam ocorrer durante o período de trabalho.

Mas quais são os equipamentos que devem ser utilizados em canteiros de obras? Como lidar com os funcionários em relação ao uso? Caso você tenha essas ou outras dúvidas sobre o EPI na construção civil, não se preocupe: confira a seguir e veja tudo o que você precisa saber.

EPI na construção civil

De acordo com a NR 6 — Norma Reguladora —, são considerados EPIs todos os equipamentos ou produtos de uso individual que são utilizados pelos trabalhadores, quando estiveram exercendo suas funções, para protegê-los contra riscos e garantir a segurança no trabalho. Na construção civil os principais itens utilizados são:

·         óculos de proteção;

·         protetores auriculares (tipo concha e plug);

·         capacetes;

·         cinto de segurança para trabalho em altura;

·         luvas. 

Todos os referidos equipamentos são de uso pessoal, ou seja, cada funcionário deve possuir o seu e utilizá-lo da forma correta.

Conscientização dos funcionários

É muito importante que sejam feitas campanhas e palestras de conscientização dos funcionários em relação ao uso dos EPIs. Todos os trabalhadores devem entender os motivos do uso e compreender que é a sua própria saúde e segurança que está em jogo.

Fiscalização do uso de EPI na construção civil

Cabe aos empregados utilizarem os equipamentos de proteção de forma correta e somente para a finalidade a qual se destinam. Porém, é responsabilidade dos empregadores e seus representantes fiscalizar e acompanhar se cada um dos trabalhadores está utilizando os EPIs corretamente.

Os mestres de obra, pedreiros, serventes e ajudantes devem ser supervisados pelos seus superiores ou por profissionais técnicos da segurança do trabalho. Em casos em que o funcionário não esteja fazendo o uso ou esteja sendo utilizado de forma inadequada, eles poderão ser advertidos e, até mesmo, notificados.

Um detalhe importante, que os responsáveis pela obra e funcionários devem saber, é o fato de que a ausência de utilização de EPI, após notificações, pode ser considerada como demissão por justa causa.

Entrega de EPIs

A entrega dos equipamentos deve ser feita pelos representantes do empregador ou técnicos da segurança do trabalhando, sendo necessário o registro de todos os itens entregues. Pode-se utilizar uma planilha para registro e controle dos EPIs e da data de entrega para cada funcionário.

Além disso, deve-se possuir um controle físico, no qual todos os trabalhadores assinem e comprovem o recebimento dos EPIs necessários na obra.

O uso de EPI na construção civil é imprescindível por todas as pessoas que visitem o canteiro de obras. É muito importante o monitoramento constante destas pessoas, bem como que estas sigam as normas de segurança e utilizem adequadamente todos os equipamentos de proteção.

Agora que você já sabe tudo sobre o uso de EPI na construção civil, veja também como evitar o efeito cascata de ações trabalhistas que separamos para você.

Compartilhe